Fisioterapia e Treinamentos - Campinas - SP

  • 10 motivos para fazer Pilates

    1 – Atividade Global, exercício para o corpo inteiro
    Ao contrário de algumas formas de exercício, Pilates não super desenvolver algumas partes do corpo e outros menos. Durante o treinamento o Pilates concentra-se na força do núcleo, que treina o corpo como um todo integrado. Pilates promover força e desenvolvimento muscular equilibrado, assim como flexibilidade e aumento da amplitude de movimento para as articulações.

    Atenção ao apoio central e adequação de corpo inteiro – incluindo a respiração e a mente – proporcionar um nível de atividade integradora que é difícil encontrar em outro lugar. É também a razão que o Pilates é tão popular em cenários de reabilitação, bem como com os atletas que acham que o Pilates é uma ótima base para qualquer outro tipo de prática de movimento que eles fazem.
     
    2 – Adaptável a muitos níveis de aptidão e necessidades
    Se você é adulto e está apenas começando a se exercitar ou um atleta de elite, Pilates se aplica a você. Criando a partir da força do núcleo, com foco no alinhamento o Pilates é acessível a todos: homem ou mulher, idoso ou criança, gestante ou pos parto, reabilitação ou fitnes . Conta uma infinidade de exercícios possíveis e modificações ou evoluções podem ser adaptados às necessidades individuais.
     
    3 – Cria força sem massa
    No Pilates, não objetivamos ganho de massa muscular . Queremos construir músculos tonificados que funcionem perfeitamente no contexto do corpo como um todo, levando a adequação funcional e às necessidades de uma pessoa que com eles se move ao longo da vida.

    Uma das maneiras que o Pilates cria longos e fortes músculos é tirando proveito de um tipo de contração muscular chamada de uma contração excêntrica.
     
    4 – Aumenta a flexibilidade
    No Pilates, nós trabalhamos para um aumento de segurança, alongamento dos músculos e a amplitude de movimento nas articulações.
     
    5 – Desenvolve a força do núcleo
    Os músculos do núcleo do corpo são os músculos profundos das costas, abdome e do assoalho pélvico. Estes são os músculos quem dão apoio para a coluna tornando-a forte e ágil,trazendo boa postura, e padrões de movimentos eficientes. Quando o núcleo é forte, a estrutura do corpo é sustentada.

    Isso significa que o pescoço e os ombros podem relaxar, e o resto dos músculos e articulações são livres para fazer o seu trabalho.
     
    6 – Melhora a postura
    A boa postura é um alinhamento apoiado por um núcleo forte. É uma posição da qual se pode circular livremente. Começando com os fundamentos do Pilates e movendo-se através de exercícios de solo e de equipamentos, no Pilates você treina o corpo para expressar-se com força e harmonia.

    Você pode ver isso na bela postura daqueles que praticam Pilates.
     
    7 – Aumenta a Energia
    Pode parecer um paradoxo, mas quanto mais você exercita, mais energia você tem e mais você gosta de fazer.

    Pilates trabalha a respiração junto com os movimentos, estimula a coluna e os músculos, e inunda o corpo com os bons sentimentos.
     
    8 – Promove a perda de peso a longo prazo
    Se você pratica Pilates regularmente, seu corpo irá mudar.

    Conhecido por criar a longo prazo, músculos fortes, Pilates melhora o tônus muscular, equilíbrio muscular, traz uma postura bonita, e ensina como se mover com facilidade e graça. Todas essas coisas vão fazer você se olhar e sentir-se muito saudável e atraente.

    Se você quer perder peso, a fórmula para a perda de peso continua a mesma: queime mais calorias do que você consome. Como método de atividade física para todo o corpo, o Pilates ajudará você a fazer isso. Combinado com atividade aeróbica, pilates torna-se uma ferramenta de tonificação.
     
    9 – Aumenta a consciência corporal – Conexão Corpo/Mente
    Joseph Pilates falava muito de “a completa coordenação de corpo, mente e espírito”. Este é um dos segredos do exercício de Pilates: praticamos cada movimento com total atenção. Quando nos exercitamos, desta forma, o corpo e a mente se unem para trazer o maior benefício possível de cada exercício.

    Os princípios de Pilates – centralização, concentração, controle, precisão, respiração e fluxo – são os principais conceitos que usamos para integrar corpo e mente.
     
    10 – Há muitas maneiras de aprender Pilates
    A popularidade crescente do Pilates o colocou no mapa de todo o mundo. Isso é bom porque quando você começar o treinamento de Pilates, é importante começar em um estúdio ou academia, e de preferência a partir de um instrutor certificado.

    Mas há muitas maneiras de complementar seu aprendizado depois de algum tempo de aulas com o instrutor. Você pode praticar em casa e você não precisa de alguns equipamentos sofisticados, uma roupa confortável e um tapete.

  • Estalando a coluna - Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Autor: Felipe Ribeiro Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Fisioterapeuta

    Existem hoje inúmeras formas de terapias que utilizam o estalar da coluna como tratamento, tais como o Quiropraxia, Osteopatia, Terapias Manuais, entre outro. Os leigos dizem até que o terapeuta “chegou a coluna no lugar”.

    Mas o que é o estalo na coluna? O paciente corre algum risco? Mas afinal para que servem os estalos?

    Calma! Vamos responder todas as suas questões.

    O estalo na coluna nada mais é do que a abertura rápida ou brusca de uma articulação da coluna, igual quando estalamos os dedos quando os puxamos com força. Portanto não se trata de fratura na coluna, nem tão pouco de se “colocar uma vértebra no lugar”, como é dito popularmente.

    Existem alguns riscos sim, neste tipo de manobra, pessoas com osteoporose, com suspeita de fratura, com calcificação de artérias tem contra-indicação a esse tipo de tratamento. Porém um profissional experiente terá condições de avaliar as indicações contra-indicações e riscos de cada paciente, e ainda utilizar outro tipo de técnica para o tratamento.

    Os estalos? Sim eles aliviam as dores e relaxam a musculatura, mas não é só esse o beneficio que eles podem nos proporcionar. Para cada vértebra da coluna há um conjunto de nervos que correspondem a ela. Estes nervos enviam informações para músculos, pele, vasos sangüíneos, e vísceras (estomago, intestino etc.). Quando um músculo está tenso, existe uma alteração na vértebra que corresponde a esse músculo, e conseqüentemente, a pele, os vasos e vísceras que correspondem a essa vértebra também ficam alterados. Algumas dessas alterações podem passar desapercebidas, outras podem trazer efeito imediato como cólicas, prisão de ventre, dores de cabeça, gastrite. Uma dessas alterações, que fique por muito tempo pode até se transformar em patologia como, por exemplo, uma ulcera no estomago. Quando o profissional, bem preparado trata de seu paciente realizando manobras que produzem estalos, ele está desbloqueando o movimento da vértebra, o que gera um estimulo reflexo para que as funções de tudo aquilo que corresponda a ela se normalize. Normalmente temos a capacidade apenas de sentir o relaxamento muscular. Ufa! Que alívio!

    Indicadas por uns, e contra-indicada por outros, podemos concluir que as manobras com estalo na coluna podem ser de grande benefício para qualquer pessoa, e quem a contra indica, o faz apenas por desinformação. Procure sempre um profissional que tenha uma boa formação.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

  • Pilates Emagrece!

    Além de oferecer todos os benefícios de uma atividade física comum, o Pilates é seguro para sua saúde física, auxiliando na correção da postura, aumentando a elasticidade do corpo e aliviando o estresse. É uma excelente opção para emagrecer, já que acelera o metabolismo, resultando na perda de peso.

    As atividades físicas convencionais tendem a trabalhar o emagrecimento através de uma atividade aeróbica, ou por meio da tonificação do músculo - como a musculação - para deixar o corpo firme e forte. No caso do Pilates, é possível obter os dois benefícios juntos: evitar a flacidez e perder medidas. No entanto, isso não significa que quem já é magro poderá perder ainda mais peso. Nesse caso, a pessoa somente substitui a gordura ruim do corpo, chamada de massa gorda, por uma massa magra. Isso deixa o corpo mais definido e a musculatura firme.

    Normalmente, quando as pessoas estão empolgadas para iniciar novos hábitos em prol de um corpo em forma, podem não estar preparadas fisicamente para realizar uma atividade. O despreparo as leva rapidamente à exaustão, acarretando desmotivação ou sensação de incapacidade. Com o Pilates não existe este risco, já que os movimentos são realizados de forma fluente, com muita calma e poucas repetições. A eficiência do Pilates está na qualidade e não na quantidade, desta forma o praticante não cansa facilmente e consegue grandes resultados.

    O Pilates pode ser feito no chão ou em aparelhos. Para alcançar os objetivos citados ambas modalidades podem ser utilizadas. O importante é que qualquer atividade do Pilates trabalha a musculatura de dentro para fora, o que significa que os músculos mais internos serão trabalhados e o corpo estará mais forte e manterá este tônus por mais tempo.

    Claro que exercícios aeróbicos consomem muito mais calorias durante a atividade que uma sessão de Pilates, porem os músculos realmente mais fortes adquiridos no Pilates vão consumir mais calorias no repouso (mesmo durante o sono).

    Tudo isso é realizado tendo como base uma boa concentração. Portanto, a escolha só dependerá do gosto de cada um por cada forma de exercício. Seja no solo ou no aparelho, os resultados alcançados no Pilates serão os mesmos.

    Com todos estes benefícios que o Pilates oferece, é possível alcançar um corpo malhado, músculos fortes, boa postura, barriga definida e sequinha, melhor capacidade da respiração e melhor tolerância à correria da rotina e sim, perder peso!
     

  • Frases de Joseph Pilates que inspiram nosso trabalho

    “Para obter as realizações mais elevadas do escopo das nossas capacidades em todos os aspectos da vida, devemos nos esforçar constantemente para desenvolver corpos fortes e saudáveis e para desenvolver nossas mentes ao máximo das nossas habilidades.”

    “O engajamento total do corpo é a disciplina mental e física, a ética no trabalho e uma atitude em relação a si mesmo onde se assume o estio de vida necessário para alcançar a saúde integral do corpo.”

    “Condicionamento físico é o requisito número um para nossa felicidade. Nossa interpretação de condicionamento físico é a obtenção e manutenção de um corpo uniformemente desenvolvido com uma mente sã , plenamente capaz de desempenhar nossas muitas e variadas atividades diárias com naturalidade, facilidade, satisfação e prazer espontâneo.”

  • Pilates no combate da depressão - Por: Aline Teixeira

    Autoestima baixa, desânimo e tristeza podem ser alguns sinais que a depressão apresenta.
    Geralmente as atividades do dia-a-dia também são afetadas, como sono, alimentação e trabalho. As rotinas podem se tornar cansativas ao extremo, o que dificulta os cuidados pessoais, prejudicando a interação com outras pessoas.

    As emoções influenciam no corpo e até na postura, sendo esta normalmente prejudicada no caso da depressão. Aparentando uma postura encolhida, tendendo a se fechar dentro do próprio corpo. A cabeça é transferida para frente, os ombros retraídos e a coluna torácica torna-se cifótica.

    O autor John J. Ratey, em seu livro "Corpo ativo, mente desperta - Como o exercício melhora o desempenho do cérebro", acredita que o exercício físico melhora as conexões do cérebro e regula todas as substâncias químicas que permitem a transmissão do impulso nervoso de um neurônio paraa outro, reestabelecendo o equilíbrio cerebral como um todo.

    O exercício físico traz saúde não só para o corpo, mas também para a mente. O Pilates, por sua vez, trabalha a postura patológica e proporciona uma melhor conecção entre o corpo e a mente, fazendo com que o corpo libere uma substância chamada Endorfina, que proporciona uma sensação de bem estar e prazer.

    Para Joseph Pilates, o criador do método, o contato com o sol, a prática de exercícios ao ar livre, com o mínimo possível de roupas, era fundamental para que se adquirisse boa saúde física e mental.

    Através desse processo o Pilates diminui o estresse, aumenta a disposição e melhora autoestima, auxiliando ao retorno de uma boa qualidade de vida, combatendo não só a depressão como também outras patologias mentais.

  • Hérnia de disco? Não faça cirurgia! - Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Autor: Dr. Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F - Fisioterapeuta - Osteopata

    Sabe-se que 80% da população mundial, já passou ou passará um dia por uma crise de dor nas costas. Estima-se que no Brasil existam mais de 5 milhçoes de pessoas afetadas por hérnias discais.

    Imagine o tamanho so dofrimento dessas pessoas, com dores frequentes e ininterruptas, a procura de uma solução. Com toda certeza irão escolher aquele profissional que dá a opção mais imediata. "Que tal uma cirurgia?".

    A hénia d disco tem sinais e sintomas muito claros, podendo, se fazer um diagnóstico clinico, que será confirmado e reforçado por uma tomografia computadorizada ou uma ressonância magnética. O RX, não mostra a hérnia, mas algumas imagens podem sugerir a existencia de uma.

    Existem critérios muito bem definidos que devem levar uma pessoa a uma cirurgia de hérnia de discol, entre eles: Perda de força muscular, hipotonia, atrofia e perda de urina.

    Normalmente quando se escolhe um tratamento, muitas vezes pelo desespero e pela falta de conhecimento, o paciente opta por uma escolha errada. a escolha dacirurgia. Cria-se a ilusão de que toda recuperação é boa e rápida, e que terá vida normal em poucas semanas. (quantas são poucas semanas?).

    Uma cirurgia na coluna é sempre arriscada, mesmo que seja uma cirurgia minimamente invasiva. É como jogar na loteria, você pode ter problemas com a anestesia, infecção, aderencia da cirurgia (muito comum), e outra série de complicações, que poderão comprometer o resultado.

    Quando se opta por um tratamento Osteopático, o paciente se dá a oportunidade de melhorar, sem riscos e danos físicos, com boa porcentagem de chance de cura. E o que é melhor, caso esse tratamento falhe, o paciente ainda tem a chance de uma cirurgia.

    Caso opte ir direto para uma cirurgia, não haverá mais como voltar atrás. após a cirurgia, se diminui muito a possibilidade se ter uma boa resposta com a Osteopatia.

    Outra coisa importante de se dizer é que quando se trata de hérnia lombar, a hérnia não é o principal fator de compressão dos nervos, na maioria das vezes. Há um erro de interpretação na anatomia e na fisiologia da coluna, fazendo com que muitos especialistas o cometam. Por isso é muito comum no consultório termos pacientes que relatam que estão com dores iguais ou piores, mesmo ap´s a cirurgia.

    Desta forma todo paciente consciente deve se dar a oportunidade de um tratamento osteopático anes de recorrer a uma cirurga. É isso que recomendamos baseado em evidencias, pesquisas e experiencia.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

  • Benefícios do Pilates

    Alonga, tonifica e defini a musculatura sem exageros;

    Definir a musculatura abdominal mais profunda;

    Melhora sua postura;

    Melhora a mobilidade e flexibilidade da coluna;

    Distribui o tônus muscular e flexibilidade;

    Aumenta a estabilidade para a pelvis e ombros;

    Promove a saúde das articulações através da melhoria da mobilidade e da musculatura que a envolve;

    Complementa o treino para atletas;

    Melhora da mobilidade, agilidade e vigor;

    Facilita a prevenção de doenças e a reabilitação física;

    Padrões eficientes de movimentos deixando o corpo menos vulnerável a lesões;

    Desenvolve um melhor equilíbrio e coordenação;

    Oferece uma forma de exercício excelente e segura para mulheres grávidas e pós-natal;

    Alivia dores;

    Ajuda a manter e melhorar a densidade óssea;

    Melhora a circulação sanguínea e linfática;

    Desenvolve a função e eficiência pulmonar com a melhora da circulação;

    Oferece uma forma de exercícios segura e benéfica para uma grande variedade de condições médicas, incluindo escoliose, osteoporose, artrite e esclerose múltipla;

    Faz você parecer e se sentir melhor;

    Alivia o estresse e a tensão e promove o sentimento de bem-estar;

    Expande a consciência corporal;

    Integra corpo, mente e espírito;

    Melhora a qualidade de vida.

  • Corpo são, mente sã - Felipe Ribeiro Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Autor: Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F - Fisioterapeuta

    Não há na história nenhuma afirmação mais verdadeira que essa: “Corpo são mente sã”. E agora já temos comprovação cientifica do que os filósofos orientais já diziam há anos.

    A Neurociência, é uma modalidade nova de estudo do cérebro e do sistema nervoso que vem nos demonstrando através de modernas técnica de pesquisa como nós pensamos, e como o cérebro funciona.

    Segundo estudos recentes, foi demonstrado que nossa consciência não reside no cérebro, e sim no corpo. O que significa dizer que se não tivéssemos corpo não teríamos consciência da nossa existência, nossas emoções e sentimentos. É isso mesmo, nossas emoções e sentimentos se manifestam antes de tudo no corpo, através de aumento do suor, alterações dos batimentos cardíacos, modificamos nossa freqüência respiratória, tensões musculares, contração e dilatação da pupila, etc.

    Quando o cérebro processa essas informações, ele conclui se estamos com raiva, com medo, ansiosos, apaixonados ou se estamos amando! Portanto os cientistas concluíram que o corpo faz parte da mente, e mais, a mente está no corpo, o cérebro apenas processa as informações para que possamos concluir o que sentimos.

    Por isso devemos sempre tratar bem o corpo (que é a casa da mente), todo tipo de cuidado para o corpo é bem vindo, desde a alimentação, passando por exercícios e massagens.Corpo e mente tornam-se praticamente a mesma coisa, e a alteração em um traz alteração no outro, sento corpo e mente um via de mão dupla. Por isso é possível notar transtornos psicológicos manifestando no corpo, como dores musculares, vômito, alteração de postura, e em casos extremos a anorexia ou a obesidade.

    Da mesma forma que podemos notar um transtorno psicológico através do corpo, podemos também tratá-los através de terapias corporais, como é o caso da acupuntura desenvolvida pelos chineses a milhares de anos, ou através de massagens, ou ainda através do Reequilibrio Somato Emocional Trata-se deuma técnica desenvolvida por fisioterapeutas e psicólogos, que visa um tratamento para transtornos psíquicos, através do corpo, utilizando massagens e exercícios específicos. Logicamente que em alguns casos o paciente deverá ter o acompanhamento de um psicólogo, ou até mesmo de um psiquiatra, em casos mais extremos.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

  • Chás que curam

    Autor: Mariana Buratti Mascarenhas CREFITO-3 72985-F - Acupunturista - Fisioterapeuta - Formada em Medicina Tradicional Chinesa

    Segue uma lista de chás que podem ajudar no dia a dia. Todos são feitos com ervas fáceis de serem encontradas, e a maioria pode ser cultivada em casa, sem grandes transtornos.

    Não recomendamos o uso de chá de saquinho, pois nem sempre se tem 100% da erva desejada, além disso, são confeccionados com o refugo da erva.

    Para se preparar um bom chá, devemos começar pela escolha da erva. Se for comprar a erva seca procurar aquelas de cultivo orgânico, e observar dentro do pacote, quanto menos galhos, melhor. Se for colher a erva, procurar as folhas, galhos, flores, ou as plantas mais bonitas. Nunca se deve colher após regar a planta.

    O preparo do chá: deve-se colocar a erva em um recipiente, em outro se ferve a água. Após a água fervida e parar de soltar bolhas, derramar sobre a erva, e abafar com um prato. Estará pronto para tomar após 10 minutos.

    Para fins medicinais não se deve adoçar o chá, salvo alguns que podem ser adoçados com mel.

    Devem ser evitados os chás que tem cafeína em sua composição, como o chá preto e o chá mate.

    Não há mal em se tomar chá gelado, no entanto os chás gelados prontos para beber que encontramos normalmente no mercado, são feitos de mate, com corante e conservante, aroma artificial, além de açúcar, portanto devem ser evitados.

    Chá de Agrião: Para tosse.
    Fazer chá das folhas e haste da planta. Pode adoçar com mel.

    Chá de Alface: Insônia e calmante
    Fazer chá das folhas. Muito usado (antigamente) para bebês.

    Chá de Alho: Para baixar a febre e gripe
    Ferver 2 ou 3 dentes de alho picados, pode adicionar Hortelã, duas rodelas de limão e tomar com mel. Cuidado para quem tem pressão baixa.

    Chá de Boldo: Dor de estomago, digestivo.
    Fazer chá das folhas, ou macerar as folhas e tomas com água morna.
    Obs: o Boldo-do-Chile tem as mesmas indicações

    Chá de Camomila: Calmante, analgésico e digestivo.
    Fazer chá das flores

    Chá de Carqueja: Digestivo, e diurético.
    Fazer chá das folhas

    Chá de Erva-Cidreira: Digestivo e calmante
    Fazer chá das folhas e flores

    Chá de Gengibre: Tosse, rouquidão, inflamação de garganta, dor e rigidez muscular.
    Ferver o gengibre fatiado. Fica melhor se tirar a casca

    Chá de Goiabeira: Diarréia
    Fazer chá das folhas e brotos

    Chá de Flor-de-Laranjeira: Calmante
    Fazer chá das flores

    Chá de Malva: Para inflamações
    Fazer chá das folhas

    Chá de Manjericão: Asma, Bronquite e febre.
    Fazer chá das folhas

    Chá de Pata-de-Vaca: Diabetes, diurético.
    Fazer chá das folhas

    Chá de Quebra-Pedra: Diurético, cólica renal, cálculo renal.
    Amassar a planta toda, deixar de molho em água morna.

    O Chá Verde e o Banchá são ótimos para acompanhar as refeições, ou como digestivo, no lugar do café. Além disso, já é comprovado o efeito benéfico que esses chás tem para o coração e circulação. Esse chá deve ser fraco.

    Tomar Chá pela manhã, em jejum, é ótimo para o organismo, tão bom que na falta do chá pode-se ingeri apenas a água quente. Esse hábito ajuda a limpar o aparelho digestivo, nos preparando para o que virá durante o dia.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Mariana Buratti Mascarenhas

  • O que é Dynamic Tape?

    Dynamic Tape ®

    Esta é uma nova abordagem no que diz respeito a Bandagem Concebida especialmente em material altamente elástico para proporcionar energia para a cadeia cinética. Desenvolvido por um fisioterapeuta, a Dynamic Tape não foi projetado para limitar a amplitude de como as fitas rígidas, mas para permitir um amplo alcance do movimento enquanto continua a fornecer um forte apoio onde for necessário.

    Suas propriedades únicas, com possibilidade de estiramento ilimitada, para qualquer lado, permite uma aplicação que nunca se conseguiria com as bandagens rígidas, ou mesmo com a Kinesio Tape. Mas não se trata um substituto para outras fitas, mas em vez disto é uma ferramenta adicional para auxiliar nos tratamentos clínicos.

    Esta fita inovadora pode contribuir com sua energia potencial elástica para resistir, facilitar, inibir, descarregar ou carregar tecidos moles, ou para ser usada em adição aos efeitos normais proprioceptivos, neurofisiológicos e circulatórios da fitas convencionais. Em muitos casos, a fita atua como um segundo músculo com uma elasticidade que imita e facilita a ação do músculo lesionado.


    O método Dynamic Tape é completamente diferente do método do Kinesio Tape ou outros métodos de bandagem funcional. Ela é facilmente incorporada na prática clínica para aumentar a eficácia de um tratamento. O resultado é uma abordagem genuinamente biomecânica de “taping”.

    A fita é extremamente macia ao toque e altamente adaptável. O adesivo foi testado e avaliado como não irritante, não sensibilizante e não tóxico. Aplicado em tiras finas melhora a capacidade da pele de respirar juntamente com o tecido altamente respirável.

    Dynamic Tape permite que a água atravesse até a pele, no entanto pode secar em segundos com auxilio de uma toalha. É bem tolerada, para uso prolongado e é provavelmente a mais confortável fita atlética no mercado. Disponível em rolos 5cmX5m e 7,5cmX5m de largura. Apresenta exclusivo design de tatuagem na cor bege com impressão em preto e ainda uma versão discreta em bege com impressão em creme.

  • Cadeias Musculares

    Autor: Felipe Ribeiro Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    O Método de Cadeias Musculares é um método que busca o equilíbrio muscular antero-posterior, latero-lateral do corpo humano, trazendo para ele maior equilíbrio de todas as suas estruturas, potencializando seu funcionamento como um todo. Melhorando desta forma a coordenação motora, equilíbrio e propriocepção.

    A potencialização do funcionamento das estruturas humanas, equilíbrio e propriocepção, são fundamentais para o aumento da performance, que é o principal objetivo do esporte.

    Mézière
    Deu início aos estudos de cadeias musculares em 1947. Já em 1949 com o método desenvolvido, apresentou seu método para comunidade científica da França, onde suas idéias foram totalmente rejeitadas.

    Mas ela não desanimou, continuou seus estudos, aprimorando ainda mais o método, e o ensinando para quem quisesse aprendê-lo...

    “Cadeia muscular é o conjunto de músculos de mesma direção e sentido, geralmente poliarticulares, que trabalham como se fossem um só, e se recobrem como telhas de um telhado.”(F. Mézière)

    Leis de Mézière

    1. Toda tentativa de correção local leva imediatamente a uma compensação à distância.
    2. Corrigindo-se todas as compensações sempre haverá uma tendência ao bloqueio em apnéia inspiratória.
    3. Os membros sempre apresentam tendência a rotação interna.
    4. Não existe cifose, somente lordose.


    Alunos de F. Mézière
    Marcel Bienfait - como já tinha formação em osteopatia, trouxe esta visão para o Método de cadeias musculares, descrevendo então cadeias Miofasciais.

    Souchard - trouxe o método de cadeias musculares para o Brasil, com algumas modificações, e com explicações pouco científicas. Chamou o método, aqui no Brasil de R.P.G. (Reeducação Postural Global).

    Godelieve D. Struif - Fisioterapeuta e osteopata, desenvolveu um método baseado nos ensinamentos de Mézière, o qual deu o nome de G.D.S. Além de modificar as estruturas das cadeias musculares, introduziu o aspecto psicocomportamental, para descrever as posturas.

    Beziérs - introduziu os conceitos de coordenação motora, sistemas de força, e sistemas cruzados às cadeias musculares.

    Leopold Busquet - baseado nos ensinamentos de Mézière, e nos conceitos de Beziérs, descreveu novas cadeias musculares.

    Michael Hisand - Trabalha atualmente com o Método da Reconstrução Postural. É o método que mantém sues princípios o mais próximo do que era ensinado por

    Mézière, porém ele vem pesquisando evidencias científicas para os princípios que era enunciados por ela.

    Thérèse Bertherat - Uma aluna bastante fiel a sua mestra, introduziu os conceitos de conciencia corporal. Trabalha seus pacientes individualmente, ou em grupos, através da antiginastica.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

    Atenção!
    Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.



  • Tratamentos da Coluna Vertebral - Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Por: Felipe Ribeiro Mascarenhas  CREFITO-3 27386-F

    Fisioterapeuta

    Prevenção: O tratamento mais indicado é a prevenção. Como diz o velho ditado: “é melhor prevenir do que remediar”.

    Para prevenir temos que pensar em vários aspectos, desde a alimentação até hábitos diários. Excesso de peso e/ou mudanças bruscas de peso (engordar durante as férias, gravidez) podem levar a sobrecarga na coluna e a alterações posturais.

    Posições inadequadas para trabalhar, mesmo no serviço doméstico também podem trazer problemas para a coluna.

    Falta ou excesso de exercícios. E também o tipo de exercício realizado. No caso dos exercícios temos que observar ainda o equipamento utilizado para realiza-los. Esteiras rolantes sem amortecimento, calçado impróprio, quadra com piso muito duro são alguns exemplos que podem trazer sobrecarga para a coluna.

    Posições que são mantidas por muito tempo, como por exemplo, quem trabalha (ou brinca) no computador pode trazer tensão para alguns grupos musculares, causando desconforto e dor.

    A partir da hora que você tem uma dor, ou uma limitação na coluna, então você precisa de cuidados especializados, podendo recorrer a tratamentos de diversas modalidades.

    Remédios: São na maior partes das vezes paliativos, pois não atuam na causa, e sim no sintoma do problema. Lembre-se que remédios não mudam sua postura, nem alongam seus músculos. Algumas vezes a melhora acontece enquanto se toma o remédio, pois estes atuam sobre as inflamações, ou faz com que seus músculos se relaxem (mas isso pode te custar uma gastrite), isso é atuam na conseqüência e não na causa.

    Os remédios podem ser usado como coadjuvantes de tratamentos fisioterapêuticos (osteopatia, RPG, Terapia

    manualou acupuntura). Não use remédios sem a indicação de um Médico. (Fisioterapeutas, nutricionistas, psicólogos, massagistas não receitam remédios!)

    Cirurgia: Só em caso extremos. É normalmente o ultimo recurso a ser usado. Toda cirurgia é um trauma para o organismo. Um trauma controlado, mas é um trauma. A cirurgias consiste em remover fisicamente o causador da dor, ou alterar a mecânica do corpo. (Sempre que há uma cirurgia há uma cicatriz, que também pode ser uma patologia).

    Osteopatia: Indicado principalmente para casos agudos. Na maioria das vezes é o tratamento que trás maior resultado. A técnica consiste em realizar manobras sobre as estruturas da coluna com o objetivo de restaurar seus movimentos fisiológicos. É indicada para pessoas de qualquer idade, e as técnicas são realizadas sempre dentro do conforto do

    paciente.

    Acupuntura: Indicada para casos muito agudos onde é quase impossível que o paciente se movimente. Também tem ótimos resultados no caso de dores crônicas. A acupuntura consiste em inserir finas agulhas em pontos específicos, fazendo com que o corpo libere endorfinas (antiinflamatório natural). Estas endorfinas são substancias capazes de melhorar e aliviar dores de diversas patologias da coluna.

    RPG: sua indicação é para aqueles indivíduos que possuem dores de origem postural, e dores devido à falta de flexibilidade. É um ótimo tratamento para crianças e adolescente, em fase de crescimento. Aumenta a flexibilidade da coluna e corrige alterações posturais através de alongamentos específicos.

    Massagem: ótima indicação para aqueles que tem dores devido a tensões musculares, e para quem costuma sentir o “peso do dia nas costas”.

    Terapia-Manual: Indicado para casos agudos e crônicos.

    Back School: Indicado para todas as pessoas que sofrem ou sofreram algum tipo de dor na coluna, e para as pessoas que possuem fragilidade na coluna, como hérnias de disco, bicos de papagaio e cirurgias de um modo geral. Trata-se de uma técnica onde o indivíduo aprende a lidar de diversas formas com o problema que tem, além de aprender a realizar exercícios preventivos e de alívio para seu problema.

    Também é interessante a associação das técnicas, pois não existe técnica infalível e o que é bom para uma pessoa pode não ser bom para outra, mesmo que tenham o mesmo probema.

    O profissional que realiza Fisioterapia, Osteopatia, RPG, Acupuntura, Terapia Manual, tem a capacidade de realizar um bom diagnóstico, sabendo, portanto quais as indicações e contra indicações do seu tratamento. Sendo este profissional um Fisioterapeuta, ele pode ainda fazer o uso de exames complementares para ter sua conclusão.

    Esse profissional tem a capacidade de realizar a maioria dos tratamentos possíveis para a coluna, caso o tratamento não esteja ao seu alcance ele também tem a capacidade de encaminha-lo a outro tipo de especialista.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas
     

  • Terapia Crânio Sacral

    Método de tratamento que busca dar condições ao corpo encontrar seu EQUILÍBRIO (homeostase), ou seja, funcionar dentro de um padrão. Os desvios desse padrão faz com que surjam os problemas (sintomas) físicos, emocionais, mentais.

    Reconhecemos que o corpo é uma UNIDADE, assim apesar de uma parte do corpo poder ser afetada, todo o corpo sofrerá as consequências.

    Os motivos que levam aos desequilíbrios são os traumas FÍSICOS (quedas, batidas, má postura quando sentamos, deitamos, etc) ou EMOCIONAIS (situações de estresse que nos faz sentir raiva, medo, angústia e outros sentimentos) pelos quais passamos diariamente.

    Esses traumas geram BLOQUEIOS, por exemplo, nos músculos, articulações, nas transmissões nervosas, e TENSÕES que afetam o próprio tecido que sofreu o trauma e que podem afetar tecidos longe do local do trauma.

    Quem transmite essa tensão pelo corpo é uma estrutura denominada FÁSCIA. A fáscia e uma membrana de tecido conjuntivo que recobre todas as estruturas internas do corpo: músculos, ossos, vasos, nervos e órgãos desde nossa cabeça até os pés.

    O papel do terapeuta é encontrar essas disfunções e liberar os bloqueios e tensões que temos no corpo e isso dará condições ao próprio corpo de se readaptar e reencontrando seu equilíbrio.

  • Celulite - fibro edema geloide - Mariana Mascarenhas CREFITO-3 72985-F

    Autor: Mariana Buratti Mascarenhas CREFITO-3 72985-F 

    Fisioterapeuta

    Há várias controvérsias sobre as causas da celulite, popularmente se diz que a sua causa está relacionada à gordura, porém a verdade é que a celulite está ligada a vários fatores.

    Estudos recentes mostram que a causa da celulite está mais ligada a problemas de desequilíbrios hormonais, tendência genética, má circulação,stress, fumo, sedentarismo, má qualidade de alimentação, disfunçõeshepáticas, disfunção renal, constipação intestinal, desvios posturais (ex:escoliose), desequilíbrios landulares e metabólicos; ou seja, não são somente as pessoas que estão acima do peso que desenvolvem a celulite, qualquer pessoa, mesmo as magrinhas, poderão estar sujeitas sofrer da famigerada celulite.

    É definida como "um espessamento não inflamatório das capas subepidérmicas, as vezes doloroso que se manifesta em forma de nódulos ou placas de variada

    extensão e localização."

    A celulite pode atingir qualquer parte do corpo, sendo que as mais atingidas são: parte superior da coxa, interna e externamente, porção interna dos joelhos, região abdominal, região glútea, e porção superior do braços,anterior e posteriormente.

    Pode ser identificada em três estágios: Celulite Branda (Grau I) ;

    Celulite Média (Grau II); Celulite Grave (Grau III).

    Dependendo do estágio a celulite pode causar muita dor no local acometido, passando de problema estético para um problema de saúde real.

    Todas as formas de celulite tem tratamento, desde que sejam empregadas os melhores recursos dentro de um diagnóstico correto. Vários profissionais poderão participar deste processo fisoterapeutas, nutricionistas, educadores físicos e médicos, cada qual com suas condutas específicas. 

    A  Fisioterapia Estética desenvolveu diversos recursos direcionando suas técnicas para as causas da celulite. Assim utilizamos:

    CRIOTERAPIA - com aplicação de gel crioterápico que provoca um resfriamento superficial, causando contração muscular consequente da reação de tremor, beneficiando o combate a flacidez , aumentando o metabolismo e circulação local.

    IONTOFORESE: promove melhor absorção de cosméticos com substâncias ativas através de corrente polarizadas (Corrente Galvânica)

    FONOFORESE: tem os mesmos efeitos da Iontoforese, porém é realizada através do Ultra-som, que além de auxiliar na absorção da substâncias ativas, age quebrando as aderências celulares que dá aspecto de "furinhos" no local acometido pela celulite.

    FORTALECIMENTO MUSCULAR POR ELETROESTIMULAÇÃO : para a melhora da flacidez muscular que normalmente acompanha a celulite.

    DRENAGEM LINFÁTICA: que é um importante recurso para o tratamento da celulite, promovendo melhora na circulação sangüínea e linfática, analgesia, combatendo as áreas congestionadas pela celulite.

    Estes recursos utilizados em conjunto promovem uma melhora real na celulite. Porém é preciso alertar que nenhum tipo de celulite, mesmo as de Grau I tem cura, uma vez que se trata de uma degeneração das células subepidérmicas; é preciso ficar atento para as promessas milagrosas de produtos ou serviços estéticos que dizem curar e combater a celulite.

    Quando procurar um serviço de estética use o bom senso e procure profissionais capacitados para atender as suas necessidades.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Mariana Buratti Mascarenhas
     

  • Fisioterapia Estética - Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Há muitos anos as pessoas se preocupam com a aparencia. A vaidade tornou-se parte da vida das pessoas.

    Estética como filosofia de vida.

    É ser inocente pensar que algumas sessões de fisioterapia ou que algum remédio poderá modificar definitivamente a sua aparencia. A estética não é algo que se pode mudar com um simples etalar de dedos, e ela também não é permanente, devemos lembrar que estamos envelhecendo a cada segundo. Portanto devemos tomar atitudes definitivas, o que logicamente implica em sacrifícios. Pequenos sacrifícios são facilmente levados durante uma vida toda, e não implicam em nenhum risco para a pessoa. Uma pessoa incapaz de se submeter a esses pequenos sacrifícios, certamente terá que se submeter de tempos em tempos a um grande sacrifício.

    Pra que fazer um tratamento hoje, pra ter que refaze-lo a cada ano? As pessoas devem buscar um equilíbri em suas vidas e fazer do tratamento apenas um start para essa busca.

    Se tudo que você faz é pensando na estética, isso não deve se tornar uma neorose e sim um hábito d sua vida.

    Fisioterapia estética e ciência

    A Fisioterapia Estética não é baseada em “achismos” e sim em uma ciencia muito bem fundamentada. Seus recursos tem efeito estudado e comprovado, e não se tratam de enganações... A pessoa que vai se tratar deve fugir das promessas de milagres, redução absurda de medidas, emagrecimento rápido curas de um dia para o outro.

    O que se trata

    Linfo edema gelóide (celulite)
    Estrias
    Flacidez
    Gordura localizada

    Recursos

    US
    Correntes
    Massagem
    Drenagem Linfática
    Massagem de tecido conjuntivo

    Acupuntura

    Tratamentos coadjuvantes

    RPG
    Com uma boa postura e um corpo equilibrado, a pessoa tem uma sensação de bem estar que invariavelmente ela fica de bem consigo mesma... uma pessoa pode ser mangra mas se seu corpo não estiver bem equilibrado, sua barriga pode se progetar para frente, dando a impressão de que a pessoa é gorda, se seus ombros estão proijetados para frente seus seios parecem caidos, se um ombro é mais alto que o outro ela não se sente a vontade de usar uma blusa de alcinhas, uma pelve mal encaixada faz parecer que o gluteo está caido. Por isso a importância de um corpo alinhado e bem equilibrado.

    Hidroterapia
    Quando realizado em água quente seus beneficio para a estética podem ser muito bons, tais como uma melhora da circulação, melhora da postura, aumento do tonus muscular, diminuição de doreres

    Hidroginástica
    É ideal para controle de peso, melhora do condicionamento físico e circulação sanguinea

    Acupuntura

    Muito eficiente no tratamento de rugas, obesidade, ansiedade, edemas, celulite

    Pilates

    Tonifica, emagrece, melhora a postura e circulação

    Trabalho multiprofissional

    Médico, em alguns casos problemas estéticos podem ser causados ou estar acompanhados de problemas hormonais, o que indica um acompanhamento com um endocrinologista. Nesses casos é possível que o paciente tenha que fazer por algum tempo uso de medicamentos, o que só deve ocorrer com a prescrição de um médico.

    Cirurgião Plástico, no caso de cirurgias pláticas o proficional de Fisioterapia trabalhará no sentido de previnir qualquer problema decorente da cirurgia, tais como aderencias, cicatrizes hipertróficas, e edema local ou generalizado (decorrente das lipoaspiraçãoes, ou mastectomias).

    Nutricionista, não é de grande valor se fazer um tratamento estético sem que se mude alguns hábitos alimentares, embora saibamos que não devemos comer frituras ou exagerar em refrigerantes, o nutricionista é capaz de desenvolver uma dieta adequada para cada pessoa, de acordo com suas necessidades fisiológicas, o que trará para o individuo um equilíbrio organico, melhorando indiretamente seu peso, sua pele, seu cabelo.... e ainda fazendo com que os resultados do tratamento estético sejam muito mais duradouros...

    Educador Físico, passar a melhor forma de treinamento visando os benefícios cardiorespiratórios, melhora do tonus muscular, controle de peso

  • Síndrome-ombro-mão

    Autor: FT. Felipe Ribeiro Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Quadro clínico e etiologia

    A síndrome ombro mão é um distúrbio neurovasculrar reflexo, geralmente chamado de distrofia simpático reflexa que é caracterizado de uma forma geral por:

    1. Dor ou hiperestesia no ombro, punho ou mão

    2. Limitação dos movimentos em:

    • ombro, com a maior parte da restrição na flexão lateral e abdução.
    • punho, com maior parte da restrição na extensão do punho.
    • mão, com a maior parte da restrição na flexão metacapofalângica e interfalângica proximal secundária aos ligamentos colaterais encurtados.

    3. Edema da mão e punho secundário ao comprometimento circulatório dos sistemas venoso e linfático, que por sua vez precipitam a rigidez da mão.

    4. Instabilidade vasomotora.

    5. Alterações tróficas na pele.

    A medida que a condição progride:

    1. Dor que vai cedendo mas a limitação nos movimentos persiste.

    2. A pele torna-se cianótica e brilhante.

    3. Os músculos intrínsecos da mão atrofiam.

    4. Os tecidos subcutâneo nos dedos e fáscia palmar se espessam

    5. Ocorrem alterações nas unhas.

    A síndrome ombro mão pode desenvolver-se em associação com um acidente cardiovascular, infarto do miocárdio, ou osteoartrite cervical ou após traumas como uma fratura do úmero ou cateterismo e em alguns casos, a doença pode ocorrer sem nenhuma causa subjacente.

    Essa condição pode durar meses ou anos, mas a recuperação espontânea geralmente ocorre em 18 a 24 meses.

    Essa patologia geralmente se processa em 3 estágios:

    1. Estágio I

    Dura de poucas semanas a 6 meses. Os pacientes apresentam dor, diminuição da amplitude de movimento e rubor no membro afetado. A pele pode apresentar hiperestesia e hipersensibilidade. Nesse ponto, não conseguimos observar evidência de osteoporose baseada em exame radiológico.

    2. Estágio II

    Dura outros 3 a 5 meses. A tumefação diminui, mas a rigidez e a amplitude de movimento diminuída tornam-se mais pronunciadas. Também, há uma atrofia do tecido subcutâneo e músculos. São observados também sinal de iniciais de contraturas. O exame radiológico geralmente mostra osteoporose localizada em faixas.

    3. Estágio III

    Dura meses e provoca alterações irreversíveis, as características são atrofia progressiva da pele, músculos, ossos e articulações. A dor pode estar menor mas há uma grave redução da amplitude de movimento. O fluxo sangüíneo para o membro está diminuído, assim como a temperatura cutânea. A radiografia mostra osteoporose difusa com descalcificação pontilhada.

    Tratamento

    É um sintoma progressivo, a menos que seja feita uma intervenção vigorosa.

    Aumentar a ADM do ombro e a da mão se estiverem limitadas, usando técnicas específicas nas estruturas limitadas e trabalhando dentro da amplitude livre de dor: mobilização articular, inibição muscular, alongamento de tecido mole.

    Facilitar contrações musculares ativas com exercícios tanto isotônicos como isométricos e atividades leves de sustentação de peso.

    Aliviar a dor e aumentar os estímulos sensoriais com estimulação elétrica transcutânea ou gelo.

    Aplicar compressão pneumática se houver edema. Elevar e colocar compressão elástica quando não estiver recebendo tratamento.

    Orientar o paciente sobre a importância de seguir o programa de aumento de atividade.

    O médico pode querer fazer um bloqueio do gânglio estrelado ou usar medicação intramuscular junto com exercícios terapêuticos.

    Pode-se fazer ainda o bloqueio do gânglio, e drenagem de edema utilizando correntes diadinâmicas e galvânica.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

  • Não consumir açúcar - Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386-F

    Autor: Felipe Mascarenhas CREFITO-3 27386- Fisioterapeuta


    A cana de açúcar tem sua origem provavelmente na Índia. Com as constantes expedições dos europeus em busca de ouro e especiarias, logo eles conheceram esse produto. Este se tornou o ouro branco dos europeus, estimulando o comércio, colonização e o tráfego de escravos. O ouro branco era usado apenas pela corte e pela classe alta. Era como uma droga, que poucos tinham acesso.

    No início seu preço era elevadíssimo, e seu uso era medicinal, assim como o mel (mas isso era assim há mais de 2000 anos, e a cana era usada in natura, e de forma moderada). Por volta do ano 600 o açúcar já era refinado e estocado pelos persas. E na China era usada apenas pelas altas classes e imperadores, como um tipo de droga (branca e refinada, como a cocaína).

    Hoje com as modernas técnicas de cultivo e refino, o açúcar é um produto relativamente barato, e presente na casa de todos os brasileiros. Estima-se que o brasileiro consome cerca de 5 kg em média de açúcar por mês, de forma direta (adoçando suco, café, etc) e de forma indireta (bolos, biscoitos, e industrializados).

    Nenhum ser humano precisa comer açúcar refinado. Temos diversos produtos naturais que contém açúcar em formas saudáveis (frutas, e incluindo a própria cana de açúcar, in natura).

    O açúcar refinado contém 100% de sacarose, e passa por um processo químico de branqueamento com centenas de produtos nocivos a saúde, e esses produtos podem deixar resíduos no produto final.

    Para nosso organismo ingerir a sacarose, é preciso que se gaste diversos nutrientes, dentre eles vitaminas B (essenciais para absorção de nutrientes, e formação de neurônios), e cálcio (é um dos grandes responsáveis pela osteoporose), isso significa dizer que quando comemos sacarose, estamos nos desnutrindo (perdendo nutrientes), ao invés de nos nutrir. Isto é, o açúcar é um alimento que nos consome ao invés de nos alimentar, e o que é pior, existe ainda uma falsa idéia em pensar que o açúcar alimenta, pois tem alto índice calórico.

    Ter calorias não basta para um alimento, e o açúcar é caloria pura, ótima para quem quer engordar. Um bom alimento deve apresentar além de calorias nutrientes (vitaminas, e sais minerais, que garantem um bom funcionamento do organismo). Baseado nisso é fácil entender porque é verdade que 80% dos obesos, apesar de obesos, são subnutridos.

    No estomago, a sacarose fermenta, causando gastrite, além disso, torna o transito intestinal lento, e diminui o Ph do sangue (o que dificulta o funcionamento muscular, e dá aquela sensação de sono que ocorre após o almoço).

    Crianças que consomem doces tem maior risco de ter cáries, e seu desenvolvimento pode ser deficiente (levando até ao raquitismo), além de se tornarem crianças irritadiças (muitas vezes com diagnóstico de hiperatividade). O doce das crianças deve ser as frutas.

    O hábito de não consumir açúcar talvez seja a melhor coisa que uma pessoa pode fazer pela sua saúde.

    Quando nos referimos ao açúcar estamos nos referindo não só ao açúcar refinado, como também ao arroz branco (refinado) e a farinha branca (refinada).


    Leitura Recomendada:
    Sugar Blues – O gosto amargo do açúcar, de William Dufty, Editora Ground
    Sem açúcar com afeto, de Sonia Risch, Editora Correcotia

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

  • O que é Xtend?

    Imagine ter o corpo esguio e flexível, como o de uma bailarina, e os músculos fortes e definidos, como os de uma praticante de Pilates. Ficou curiosa? A nova aula, que une as duas modalidades, é capaz de tudo isso e muito mais.
    Meninos, geralmente, não entram.

    O horário é reservado para mulheres, provavelmente acima dos 20 anos. Mulheres que talvez queiram se sentir um pouco mais femininas, um pouco mais bailarinas. A proposta é quase essa. Na sala de aula munida de uma barra e de um espelho, como toda sala onde se aprende ballet, mas não é uma aula de ballet, é o XTend, nome que a americana Andrea Rogers deu para seu modelo de aula, criada em 2006. É uma espécie de ginástica feminina que se inspira nos princípios da dança e do Pilates para trabalhar o corpo de um jeito mais suave que as ginásticas modernas. Suave porque foi feita para deixar a musculatura longilínea, alongada, e não hipertrofiada como a dos destaques dos últimos carnavais. Mas, em matéria de esforço, não é nada suave. A aula de 60 minutos é de esgotar as energias.

    Eu sou suspeita para falar do Pilates, pois amo de paixão esta modalidade que praticamente é o que me mantém em condições de continuar treinando depois de 10 anos dando muitas aulas de auto-impacto e várias lesões por todo o corpo. Nos últimos anos, o Pilates foi uma das atividades físicas que mais atraíram adeptos no mundo. Em 2001, eram 2,5 milhões de praticantes; hoje, mais de 9 milhões. Essa ascensão revela um novo conceito de saúde e bem-estar. “Cada vez mais as pessoas buscam atividades que fazem bem ao corpo e à mente”, acredita Claudia Rosa, proprietária do estúdio Galeria Pilates, em São Paulo. Segundo ela, o espaço intimista típico das salas de Pilates, onde as alunas não precisam se preocupar tanto com a aparência, faz com que elas prestem mais atenção em si mesma.


    A fim de diversificar ainda mais a atividade, a rede de academias Bio Ritmo acaba de lançar no Brasil o XTend. “Ao incluir a dança, você trabalha com o imaginário das mulheres e torna a aula mais lúdica”, afirma a professora americana Stefanie Ellis, principal nome da atividade nos Estados Unidos. No novo método, muitos dos movimentos são feitos na ponta dos pés e na clássica barra de ballet, exigindo ainda mais equilíbrio, flexibilidade e condicionamento físico. “As alunas saem das aulas se sentindo mais femininas”, revela Stefanie.


    Nos 60 minutos de aula, uma barra, como a de ballet, bolas, corda e pesinhos auxiliam na execução dos movimentos, que pode ser um plié + a contração abdominal ou agachamentos na ponta dos pés. Os acessórios aumentam significativamente o esforço físico para cumprir as séries de movimentos propostos, vários deles são repetições feitas com todo o corpo e a base de apoio é apenas as pontas dos pés. A aula é mais “pesada” do que pode parecer!
    A prática promete melhorar a coordenação motora, o ritmo (que são alguns dos objetivos do pilates) e o condicionamento cardiovascular (que é um dos benefícios da dança). E, realmente, feita com disciplina e constância, deve deixar o corpo tonificado como um todo. Mas só se você sobreviver e conseguir andar depois da primeira experiência! Hehehe.


    A criadora Andrea Rogers diz que o XTend é uma oportunidade de as mulheres que não nasceram para ser bailarinas (quer dizer, as mulheres comuns, que não são magríssimas nem altas nem superflexíveis nem espetacularmente graciosas) vivenciarem um pouco a cultura do ballet. Nos EUA, mais de 40 academias já oferece o pacote combo de malhação durante 60 minutos, três vezes por semana, ao custo de 35 dólares a aula. No Brasil e na Austrália, onde o XTend acaba de desembarcar, vendendo condicionamento físico, flexibilidade, fortalecimento muscular, além, é claro, do necessário gasto calórico, a técnica alia os três tipos de capacidades e oferece uma aula animada, completa e com um grande apelo estético. O Xtend requer bastante atenção e disciplina, pois as duas atividades exigem uma boa postura e muita força no abdômen. Lembra-se daquelas antigas palavras da sua professora de ballet: “peito para fora, barriga para dentro, ombros para trás e cabeça alta…”? Pois bem, elas estão de volta.

    A batida é eletrizante

    O que garante esse gasto calórico alto, já que a atividade não é considerada aeróbica, é o dinamismo da aula. O Xtend é embalado ao som de dance ou pop music. Além disso, o uso de materiais extras potencializam ainda mais os resultados,
    conseguindo ativar e trabalhar as musculaturas mais profundas ao mesmo tempo e intensidade. Isso acaba deixando o corpo mais forte, definido e alongado, sem exageros. Quem pratica garante que os benefícios, como aumento da flexibilidade, da resistência muscular, da agilidade e do equilíbrio e boa postura, são conquistados em um curto período de tempo. Em menos de dois meses já é possível sentir as diferenças, especialmente no contorno das curvas.


    Saturno Souza, diretor técnico da Bio Ritmo, define a aula como “o primeiro treinamento de condicionamento muscular e cardiovascular intenso que mistura os princípios do Pilates aos benefícios da dança”. Em outras palavras, isso significa que a mulherada vai suar, e muito. Mas também ficará com as pernas mais definidas, principalmente as panturrilhas, o bumbum durinho, o abdômen chapado e os braços torneados.

    Nos moldes da ginástica de academia

    A mistura coloca até 25 alunos em uma sala com ingredientes básicos do Pilates e do ballet: bola, elástico e barra. A trilha sonora foge à regra da dança clássica e incorpora o pique frenético das aulas de aeróbica ou remete a uma balada de música eletrônica. O som, como não poderia deixar de ser, briga com a voz do instrutor, que deve, ao longo da atividade, definir e descobrir os níveis de cada um de seus pupilos.

    “Não há níveis pré-estabelecidos, o instrutor é capacitado para identificar o condicionamento de cada um e exigir mais ou menos dos alunos”, explica Ellis, após uma aula demonstrativa na academia Bio Ritmo, em São Paulo.


    Para ser instrutor da novidade, é preciso ter formação em Pilates e fazer um curso de apenas três dias. A representante do XTend no Brasil, Áurea Lara, professora da academia paulista, tem 12 anos de trabalho na área e será responsável por capacitar os professores da Bio Ritmo.

    Apesar da exigência curricular, a XTend não tem o acompanhamento individualizado e não oferece a aparelhagem variada das aulas de Pilates tradicionais. Exercícios com bola, elástico e controle abdominal simbolizam a técnica durante a aula.

    Não há pré-requisitos, tampouco limite de idade para provar da modalidade, ela só não é indicada para quem tem algum problema nos joelhos.

    Quando uma coisa nasce da mistura de outras duas coisas, ela é uma terceira coisa. E não necessariamente uma coisa nova. Antes de as mulheres invadirem a musculação, as ginásticas femininas eram baseadas na dança mesmo. Até nos trajes. As mulheres usavam collants e meia calça para se exercitar. O que está acontecendo é um resgate das qualidades boas que já existiam nas atividades antigas, e sua adaptação para a realidade das academias. E isso talvez se deva à explosão do Pilates, que trouxe para o mundo do fitness a valorização da consciência corporal e da postura, elementos que sempre foram da dança. Ultimamente o que podemos observar é que as mulheres andam perdendo a mão nos padrões de estética, está ficando até feio de se ver, já vi mulheres que davam para confundir com homem mesmo, mas esta é minha opinião. Estou achando o máximo este resgate de atividades que estão se tornando inovação e prometem deixar os moldes da mulher femininos novamente.


    Se a idéia é emagrecer, suar e buscar condicionamento físico, a modalidade é altamente recomendada. O desejo de tornar-se bailaria, ou voltar a praticar a dança, porém, deve ser deixado do lado de fora da sala de aula. A modalidade intercala alguns dos mais básicos exercícios do ballet, nada que permita dar piruetas, “o ballet clássico não é para todas as mulheres, o XTend sim”, endossa Stefanie Ellis.


    A Equipe Corpo em Foco parabeniza a rede de academias Bio Ritmo, por mais uma vez trazer o que há de melhor no universo fitness para o mercado brasileiro. Inovação sempre, é o que vemos em vocês. Sucesso!


    Fontes:
    bioritmo.com.br
    chic.ig.com.br

  • Back School Adaptada às Empresas - Projeto

    Elaboração: Dr. Felipe Ribeiro Mascarenhas  CREFITO-3 27386-F
    www.colunasemdor.com.br
     
     
    Justificativa: 
     
    Sabemos hoje que 80 % da população dos países industrializados tem ou terão em alguma fase de suas vidas dores nas costas. Sabemos também que os problemas de dores na coluna, em especial da coluna lombar é uma das maiores causas de afastamento relacionados ao trabalho pelo INSS.
    Desta forma, visando a melhora das condições dor portadores de dores na coluna, buscamos uma metodologia que há muito tempo vem sendo empregada nos países europeus e USA, e muito estudado no Brasil, e com resultados cientificamente comprovados.
    Adaptamos então o conceito de Back School (ou escola de postura) para a realidade e necessidade das empresas.
     
     
    Considerações:
     
    Esse projeto visa implantar o sistema de Back School ou Escola de postura, que já é um sistema comprovado cientificamente eficaz.
    O sistema foi adaptado para as necessidades das empresas, fazendo com que o funcionário se ausente o menor tempo possível de seu trabalho.
    A Back School consiste de uma avaliação prévia das condições gerais do indivíduo. Ele aprende através de aula apostilada sobre aspectos morfológicos da coluna, como prevenir problemas do dia-a-dia, as principais formas de auto tratamento da coluna, e exercícios específicos de tratamento. Em um segundo momento, são feitos novos esclarecimentos, tira-se as dúvidas, e avalia-se o quanto foi assimilado dos exercícios, fazendo a correção necessária. E finalmente, em um terceiro momento é feito nova avaliação dos indivíduos.
    Ao final do programa, o indivíduo estará apto a lidar de forma preventiva com relação aos seus problemas de coluna, além de saber como intervir de forma eficaz para resolvê-los.
     
     
    Objetivos Gerais:
     
    Implantar o sistema de Back School dento do ambiente da empresa, utilizando recursos já existentes na empresa.
     
     
    Objetivos Específicos:
     
    Selecionar os funcionário que serã envolvidos no projeto.
     
    Aplicar o sistema de Back School.
     
    Reduzir o número de queixas, com relação a dores nas costas.
     
    Reduzir o número de afastamento por motivo de dor nas costas.
     

     
    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas
     
     
    Atenção!
    Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.

  • R.P.G. (Reeducação Postural Globla) para Empresas - Projeto

    Elaboração: Felipe Ribeiro Mascarenhas  CREFITO-3 27386-F

    www.colunasemdor.com.br

    Considerações Gerais:

     

    A R.P.G. é um método revolucionário de tratamento do sistema músculo-esquelético desenvolvido no final da década de 40 na França, e trazido para o Brasil na década de 80. Desde então esse método vem se desenvolvendo e ganhando adeptos por todo o país.

    O método foi criado dentro de uma abordagem globalista, isto é, vê o indivíduo como um todo sem desprezar nenhum aspecto do corpo humano. Desta forma são consideradas as influências do crânio, das vísceras, do psico-comportamental e do que chamamos de Cadeias Musculares, que são conjuntos de músculos que trabalham juntos como se fossem apenas um.

    “Partindo do sintoma para chegar até a causa de uma dor ou um problema no sistema músculo-esquelético, a RPG trata o indivíduo e não a doença, porque cada um de nós tem a sua própria resistência à agressão e sua própria maneira de reagir a ela, muitas vezes adotando padrões individuais para evitar uma dor ou um bloqueio.”


    Nosso corpo se defende de lesões (entorses, úlceras etc.) e dores (decorrente de má postura), para que estas não se manifestem como um incomodo. Para isso ele se utiliza de pequenas modificações na postura, que por sua vez acabam sendo incorporadas pelo nosso cérebro e aceitas como corretas, já que esta nova postura, no início, é confortável.

    Por outro lado essa nova postura é menos funcional, e causa ainda encurtamentos, portanto mais dor e mais compensações.

    As sessões são conduzidas de forma individual, com duração média de uma hora, e são realizadas de uma a duas vezes por semana, dependendo do caso. O Fisioterapeuta trabalha com o paciente, contra a patologia. Durante cada sessão o Fisioterapeuta emprega micro ajustes em alongamento numa série de posturas suaves e progressivas (de pé, sentada, ou deitada).

    Com esse método é possível tratar de problemas posturais, perdas funcionais, e dores, principalmente da coluna, hérnia de disco, lombalgias, ciáticas, LER/DORT (lesão por esforço repetitivo, distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho), lesões articulares e pós-traumáticas, disfunções de ATM (articulação temporo mandibular). A RPG pode ser indicada sem limite de idade.

    Objetivos

    • O objetivo desse projeto é implantar tratamento de RPG na Empresa.
    • O trabalho da RPG tem a finalidade de prevenir a futuros tratamentos.
    • É utilizado para tratar diversas patologias do sistema musculoesquelético, incluindo distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho.
    • Outro objetivo é promover a Qualidade de Vida para os colaboradores da empresa.

     
    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas
     
    Atenção!
    Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.

  • Tratamento das dores e problemas ocupacionais através da Osteopatia

    Saiba como diminuir significativamente o absenteismo e aumentar a qualidade de vida de seus colaboradores com o uso da Osteopatia

    Tratamento das dores ocupacionais - lombalgias cervicalgias, cervicobraquialgias e tendinites.

  • Orientação Postural para Colaboradores - Projeto

    Elaboração: Ft. Felipe Ribeiro Mascarenhas CREFITO-3 27386-F
    www.colunasemdor.com.br

    Justificativa:

    Sabemos hoje da necessidade de se prevenir problemas ocupacionais dentro das grandes empresas. Sabemos também da grande desinformação dos funcionários quanto à forma de prevenção desses problemas. Nesse aspecto, a ação do próprio funcionário é decisiva. Mas para agir, os indivíduos deverão saber o que fazer. É nessa hora que a empresa não pode negligenciar, e deve fornecer-lhes o subsídio para a prevenção desses problemas ocupacionais.


    Objetivos Específicos:

    Criar e distribuir folhetos com orientações posturais específicas para o trabalho, e orientações de exercícios simples que poderão ser realizados sem dificuldade pelos funcionários, antes durante e depois do trabalho.

    Orientar os Funcionários de cada sessão sobre a postura e a forma mais adequada de se trabalhar, através de palestras explicativas e orientações práticas.

    Esclarecer as dúvidas dos funcionários.


    Objetivos Gerais:

    Melhorar as condições gerais de trabalho e do local de trabalho.

    Aumentar a credibilidade da Equipe Médica e Recursos Humanos junto aos funcionários.

    Despertar nos funcionários a importância de se procurar ajuda mais precocemente fazendo com que eles procurem soluções para seus problemas, antes que ganhem grandes proporções.

    Reduzir o tempo gasto na procura de tratamento, e perda de tempo com queixas sem solução, traduzindo em aumento da produtividade.

    Copyright © Todos os direitos reservado para Felipe Ribeiro Mascarenhas

    Atenção!
    Se você deseja reproduzir, ou divulgar esse texto deve inserir o nome do autor e o endereço do site www.colunasemdor.com.br logo abaixo do título do texto.